Agências dos Correios, em todos os Municípios do país, realizam cadastro do auxílio de R$ 600

Publicado em 23/06/2020 às 12:11 - Atualizado em 23/06/2020 às 12:11

Para chegar a todos os brasileiros que podem receber o auxílio financeiro de R$ 600, os Correios estão realizando o cadastramento dos beneficiários - que antes só podia ser feito on-line, pelo site ou aplicativo. São mais de 6 mil agências da empresa, presente em todos os Municípios do país, habilitadas desde 8 de junho. A expectativa é realizar até 27 milhões de atendimentos.

Nesta sexta-feira, 19, a Caixa Econômica Federal fez o depósito de R$ 600 - R$ 1.200 para famílias chefiadas por mulheres - referente à terceira parcela do auxílio para beneficiários do programa Bolsa Família que possuem o número de identificação social (NIS) com final 3. Os pagamentos seguem até dia 30.

Segundo o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, 117,7 milhões de pessoas receberam de uma a três parcelas do benefício. Ele afirmou que 100% dos cadastros aprovados para o auxílio já receberam a primeira parcela, que teve o último lote creditado em conta na quarta-feira, 17. Existem ainda pedidos em análise: cerca de 1,5 milhão de pessoas estão passando pela primeira validação da Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social (Dataprev), e 1,2 milhão estão na segunda ou terceira avaliação de cadastro.

No início deste mês, o ministro da Economia, Paulo Guedes, confirmou que serão pagos mais dois meses de auxílio, inicialmente previsto para durar três meses. Apesar de 97 milhões de downloads do aplicativo Auxílio Emergencial e 124,6 milhões de downloads do Caixa Tem até o momento, as dificuldades para acesso à internet, principalmente no interior do país, motivaram a parceria do Ministério da Cidadania com os Correios para efetivação dos cadastros.

Documentação

CorreiosPara pedir o cadastramento em uma agência dos Correios, o interessado deve apresentar:
- identificação oficial com foto, em que conste também o nome da mãe do beneficiário;
- Cadastro de Pessoa Física (CPF) do usuário e dos membros da família que dependem da renda do titular; e
- dados bancários ou documento de identificação (RG, CNH, passaporte, CTPS, RNE ou CIE) para solicitar abertura de Conta Social Digital, em nome do titular.

Para os que têm o cadastro aprovado, mas não possuem conta bancária, é aberta uma Conta Social Digital na Caixa - que exige documento de identificação (RG, CNH, passaporte). O cidadão recebe um protocolo de cadastro ao fim do atendimento. Quem realizar o cadastramento nos Correios poderá consultar o andamento do pedido em qualquer agência da empresa após o prazo determinado pela Dataprev para a conclusão da análise. Para isso, deverá retornar com o comprovante do atendimento de cadastro e o CPF.

Vale ressaltar que os Correios não realizam o pagamento do benefício e que o acompanhamento da liberação também pode ser feito nos canais disponibilizados pelo Ministério da Cidadania, Dataprev e Caixa ou pelo telefone 121. Na página dos Correios, no sistema Busca Agência, é possível obter informações sobre as unidades abertas ao público. A maioria dos pontos de atendimento funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.

Com o objetivo de reduzir o risco de transmissão do novo coronavírus e controlar o fluxo de atendimento, as agências estabeleceram um calendário conforme o mês de nascimento do cidadão:
- Segunda-feira: nascidos em janeiro e fevereiro;
- Terça-feira: nascidos em março e abril;
- Quarta-feira: nascidos em maio e junho;
- Quinta-feira: nascidos em julho, agosto e setembro;
- Sexta-feira: nascidos em outubro, novembro e dezembro.

 


publish